user_mobilelogo

Futebol - Épocas 2016 e 2017

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Logotipo do Recreativo do LiboloApesar da redução orçamental e a saída de muitos atletas do plantel da época finda, o Recreativo do Libolo sempre vai competir no Girabola Zap de 2018, pelo que a comissão de gestão já trabalha no reforço do plantel, para atacar a próxima temporada futebolística.

Em entrevista ao Jornal de Angola, Rui Campos, presidente-cessante, disse que a presença do Libolo no campeonato está salvaguardada, contrariando os rumores que a apontavam para a desistência do clube.

“O Libolo vai continuar na I Divisão. Esta possibilidade nunca foi equacionada. No início do ano decidimos reduzir o orçamento do clube. Os tempos estão difíceis. Nos últimos três anos temos vindo a reduzir os orçamentos. Os outros clubes fizeram o mesmo, porque estamos dentro da mesma realidade”, assumiu Rui Campos, para a seguir lamentar o facto do novo quadro financeiro ter afectado a prestação da equipa: “Sobressaíram aqueles clubes que têm orçamentos oriundos dos fundos públicos. Foram menos afectadas.”

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Pedro CaravelaTerminada que foi a época futebolística que resultou na reconquista do campeonato pelo 1º de Agosto e a taça pelo Petro de Luanda, Pedro Caravela, treinador português que desde 2012 esteve ao serviço do Recreativo do Libolo (como adjunto até a faltarem 3 meses para o fim e como treinador principal após a saída de Vaz Pinto) fez hoje (13 de Novembro), o balanço da época e deu ponto final ao ciclo de 6 anos de experiência ao serviço da terceira maior força futebolística do país.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Libolo vs SmouhaNo passado fim de semana o Recreativo do Libolo recebeu e empatou sem golos com os egípcios do Smouha no último jogo da fase de grupos da Taça da Confederação em Futebol da CAF.

Depois do afastamento do El Hilal (Sudão) por parte da CAF, este jogo era decisivo para a classificação final do grupo, visto que ambas as equipas podiam ainda aspirar ao apuramento (ao Libolo bastava o empate). Perante o resultado alcançado, foi natural o clima de euforia que se viveu no final do jogo entre adeptos, jogadores e dirigentes do Recreativo do Libolo.

No entanto e já no decorrer da semana a FIFA anulou a decisão da CAF, lançando assim uma grande confusão na classificação final do grupo do Recreativo do Libolo. Em virtude da decisão da CAF houve um jogo que já não se disputou, tendo também as estratégias e táticas dos últimos jogos sido condicionadas pela decisão de exclusão das equipas do Sudão. Como tal, na presente data, existem ainda grandes dúvidas quanto ao apuramento do Recreativo do Libolo.

Caso o Recreativo do Libolo seja apurado, disputará os quartos de final com a equipa do TP Mazembe (RD Congo).

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Equipa do LiboloO Recreativo do Libolo iniciou da melhor forma a fase de grupos da Taça CAF, ao vencer, em Calulo, o Al Hilal, do Sudão, com golo de Diawara, aos 93'.

FICHA TÉCNICA DO JOGO

Árbitro-Aurélin Wandji (Camaronês);
1º Yanoussa Musa (Camaronês);
2º Sadou Hamadou (Camaronês) ;
4º Mal Souley Mohamadou (Camaronês)
Comissário-Mangaliso Langwenya (Swazilândia)