user_mobilelogo

Fotos Destaque

Festicalulo 2017

 
A equipa de basquetebol do Recreativo do Libolo conquistou no passado dia 11-11-2011 a 19ª edição da Supertaça Wlademiro Romero ao vencer o Petro de Luanda por 67-63, em jogo disputado no pavilhão multiusos da cidade do Huambo.

 Este troféu é disputado pelos vencedores da época anterior do campeonato nacional (Petro de Luanda) e da Taça de Angola (Recreativo do Libolo), sendo por norma o jogo que abre a temporada basquetebolista nacional. O clube de Calulo intrometeu-se assim no restrito grupo de clubes de Luanda que têm dominado em absoluto esta competição desde o seu início em 1993 e que já foi vencida por 10 vezes pelo gigante do basquetebol africano 1º de Agosto, 5 vezes pelo Petro de Luanda e 3 pelo ASA.

A equipa do Petro de Luanda esteve quase sempre na frente do marcador, registando a 4 minutos do final uma vantagem de 8 pontos. No entanto o Recreativo do Libolo não quis interromper a onda de glória que o clube está a atravessar e de forma corajosa e determinada, deu a volta ao marcador e ofereceu mais um troféu a Rui Campos que acompanhou o treinador Raúl Duarte na liderança a partir do banco.

 Não obstante terem saído do clube alguns dos principais atletas que integraram o plantel na época anterior, o Recreativo do Libolo soube colmatar essas saídas com a aquisição criteriosa de alguns valiosos atletas, destacando-se Vladimir Gerónimo contratado a custo zero ao 1º de Agosto e que foi o melhor marcador desta partida com 23 pontos. Parece assim garantido que o Clube de Calulo continuará na época 2011-2012 a disputar os principais títulos do basquetebol angolano com os grandes da capital.

Como é sabido a equipa de basquetebol do Recreativo do Libolo treina e joga na cidade de Luanda, não só por não existirem em Calulo as estruturas necessárias para uma equipa profissional de basquetebol, mas também pelo facto da grande maioria das equipas angolanas de primeira linha estarem sedeadas em Luanda. Fica aqui o desafio para que futuramente a vila de Calulo seja dotada de condições mínimas que permitam a realização de pelo menos alguns jogos da equipa de basquetebol, o que seria bom não apenas para os adeptos locais mas também para a promoção da modalidade no Libolo, particularmente junto das camadas jovens.