Projeto Libolo

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Projeto Libolo prossegue a sua já longa caminhada de 5 anos, período no qual se tornou uma referência incontornável para os estudos sobre a compreessão da aquisição e reestruturação das línguas crioulas de base-portuguesa do Atlântico, das variedades de português faladas em África, de variedades afro-indígenas do Brasil, do português vernacular do Brasil e até do próprio português do Brasil. As pesquisas no âmbito do Projeto Libolo têm ainda lutado em prol da consciencialização sobre a necessidade de preservação das línguas nativas africanas, enquanto elementos que carregam a identidade milenar dos povos africanos.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A aluna Fong Lai I fazendo a defesa da sua teseA expansão e internacionalização do Projeto Libolo não conhece fronteiras e acontece um pouco por todo o mundo. Depois da defesa da tese de doutoramento Sentenças marcadas para o foco no português do Libolo: uma proposta de análise derivacional, da autoria do Dr. Eduardo Ferreira dos Santos e orientada pela Profa. Dra. Márcia dos Santos Duarte de Oliveira, ocorrida na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, Brasil, em 22/06/2015, chegou a vez da apresentação de mais uma tese académica elaborada no âmbito das pesquisas do Projeto Libolo. Assim, no passado dia 27/04/2016, a aluna Fong Lai I, do Departamento de Português, Faculdade de Letras, Universidade de Macau, fez a defesa da sua tese na qualidade de membro do Honours College (Colégio de Honra) desta instituição, intitulada Português Europeu e Português angolano: uma análise morfossintáctica contrastiva do clítico “lhe(s)” em “Kalú, as garinas e o esquema”, de Boaventura Cardoso.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Já se encontra catalogada e disponível para consulta, no site da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (Universidade de São Paulo), a primeira tese de doutoramento elaborada no âmbito do "Projeto Libolo", intituladada “Sentenças marcadas para o foco no português do Libolo: uma proposta de análise derivacional” de autoria do pesquisador Dr. Eduardo Ferreira dos Santos, membro da equipa de pesquisas deste Projeto.
 

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Acaba de ser publicada a obra "Introdução à Linguística Africana", organizada por Margarida Petter, que também assina alguns artigos no livro. Ela e mais 3 pesquisadores envolvidos nesta obra (Francisco Xavier, Paulo Aráujo e Ana Stela Cunha) são também membros do Projeto Libolo.
 
Este livro, reunindo especialistas da Universidade de São Paulo na área, supre a escassez de bibliografia acessível em português sobre a importância das línguas africanas na constituição do português brasileiro e a sua inegável influência na constituição da nação brasileira.

FOTOS DIVERSAS

PATROCINADORES DO PROJETO

LANÇAMENTO DO SITE "SLB Libolo Heritage"