user_mobilelogo

Fotos diversas

Patrocinadores do Projeto

Lançamento do site "SLB Libolo Heritage"

No próximo mês de Julho, alguns membros da equipa de pesquisadores do “Projeto Libolo” voltam ao Município do Libolo, para mais colecta de dados no terreno, a fim de darem continuidade aos estudos que vêm fazendo sobre esta região do Kwanza-Sul. A equipa será composta por quatro dos membros do “Projeto Libolo”, a saber: Prof. Dr. Carlos Figueiredo, docente e pesquisador da Universidade de Macau, China, e também coordenador do “Projeto Libolo”, em parceria com a Profa. Dra. Márcia Oliveira, docente e pesquisadora da Universidade de São Paulo, Brasil, que também integrará a equipa que agora se desloca ao Libolo.

 O Prof. Dr. Carlos Figueiredo irá proceder a colectas de dados de fala do Português do Libolo e também de dados do âmbito histórico do município. Quanto à Profa. Dra. Márcia Oliveira, que se encontra a supervisionar teses de pós-doutoramento, doutoramento, mestrado e de iniciação científica sobre o Português do Libolo, irá proceder à colecta de mais dados de fala desta variedade de Português, centrando especial atenção nas suas ricas particularidades linguísticas, cujas análises têm dado valioso contributo para os estudos da actual Linguística sobre línguas em contacto, em geral. A equipa de pesquisadores é ainda composta por dois outros elementos: Profa. Dra. Margarida Petter, docente e investigadora da Universidade de São Paulo, Brasil, e directora do Centro de Estudos Africanos da mesma Universidade; e Vinícius Santos, doutorando da Universidade de São Paulo, Brasil, que conduz investigações sobre o Português do Libolo, sob supervisão da Profa. Dra. Flaviane Flaviane Fernandes Svartman, coordenadora dos Estudos de Fonologia Suprassegmental do “Projeto Libolo”. A Profa. Margarida Petter é também coordenadora da Equipa de Estudos do Quimbundo do Libolo e irá colectar dados de fala específicos desta variedade do Quimbundo para investigações no âmbito de orientação de teses de iniciação científica e mestrado. Quanto aos dados coletados pelo doutorando Vinícius Santos, serão aplicados em investigações de teses de iniciação científica, mestrado e doutoramento, para além de serem também utilizados no âmbito da parceria estabelecida entre o “Projeto Libolo” e o InAPoP – Centro do Atlas Interactivo da Prosódia do Português, Universidade de Lisboa, Portugal, dando valioso contributo para se entender particularidades das variedades de Português faladas em África, com vista à construção do Atlas Interactivo Mundial da Prosódia do Português.

A convite da equipa de pesquisadores do “Projeto Libolo”, irá também deslocar-se ao Libolo o jornalista e fotógrafo Joaquim Magalhães de Castro. Este profissional é ainda um creditado investigador da História da Expansão e autor de vasta obra publicada, com destaque para os livros “Mar das Especiarias”, “Viagem ao Tecto do Mundo – O Tibete Desconhecido”, “No Mundo das Maravilhas” (integrados no Plano Nacional de Leitura de Portugal), “Oriente Distante” e “Na Senda de Fernão Mendes Pinto”. Joaquim de Castro publicou ainda os álbuns fotográficos “Os Bayingyis do Vale do Mu – Lusodescendentes na Birmânia”, “A Maravilha do Outro – No Rasto de Fernão Mendes Pinto” e “Sagres – Nossa Barca”. É ainda autor dos documentários televisivos “Bayingyi, a Outra Face da Birmânia”, “Himalaias – Viagem dos Jesuítas Portugueses” e “De um Lado para o Outro – Diários da Mongólia”, exibidos pela Radiotelevisão Portuguesa. O Prof. Dr. Carlos Figueiredo e o jornalista Joaquim de Castro irão proceder à colecta de imagens do Libolo e suas gentes, observando, em particular, particularidades sócio-antropológicas da região, e registar aspectos das campanhas militares levadas a cabo pelas autoridades portuguesas coloniais contra os nativos sublevados da Comuna do Quissongo entre 1905 e 1908.

Durante o período de estadia no Libolo, o Prof. Dr. Carlos Figueiredo e Profa. Dra. Márcia Oliveira irão ainda fazer a apresentação pública da obra “Projeto Libolo” - Município do Libolo, Kwanza-Sul, Angola: Aspectos linguístico-educacionais, histórico-culturais, antropológicos e sócio-identitários, acabada de ser editada pela Chiado Editora, Portugal, com patrocínio da empresa angolana Global Seguros - Companhia Angolana de Seguros, S.A.. A obra é composta por dois volumes: (i) Linguística, história, antropologia e ensino no Kwanza-Sul, Angola – Vol. 1, coordenado pelo Prof. Dr. Carlos Figueiredo e pela Profa. Dra. Márcia Oliveira; (ii) Retratos do Libolo – Vol. 2, da autoria do Prof. Dr. Carlos Figueiredo. No volume 1, além de se fazer a apresentação das cerimónias e actos oficiais do projecto decorrentes das actividades levadas a efeito no Libolo em 2013, vários pesquisadores do “Projeto Libolo” assinam trechos de capítulos e capítulos que dão uma panorâmica sobre o tipo de pesquisas que se pretende efectuar no Município do Libolo. No volume 2, o Prof. Dr. Carlos Figueiredo apresenta particularidades históricas, geográficas e sócio-antropológicas do Município do Libolo, decorrentes das pesquisas já efectuadas no âmbito do “Projeto Libolo”. Deste modo, os volumes 1 e 2 que compõem a obra evidenciam um trabalho cujo escopo se centra em torno de duas temáticas: apresentar o "Projeto Libolo" por meio do "histórico de viagem" de alguns dos seus pesquisadores ao Município do Libolo em 2013; evidenciar as primeiras pesquisas sobre esta importante área africana.