Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Realiza-se de 5 a 8 de Agosto próximo a 20ª Conferência Bienal de Aruba, na qual o Projecto do Libolo marcará uma vez mais destacada presença, à semelhança do sucedido em várias conferências e congressos sobre os quais que temos vindo a dar o devido destaque. Esta conferência é dedicada à temática “Caribe hoje: Consciência e Desenvolvimento da Linguística”

Este importante evento decorrerá na cidade de Oranjestad, capital de Aruba, uma ilha situada ao largo da costa venezuelana (ver mapa), parte integrante juntamente com outras ilhas da região, do Reino da Holanda. 

Apesar deste país pertencer ao Reino da Holanda, a maioria da sua população (cerca de 110.000 habitantes) fala o papiamento, uma língua derivada em mais de 60% do português (que era falado pelos judeus e escravos vindos do nordeste brasileiro e das ex-colónias portuguesas de África), com influências do castelhano (a Espanha foi potência ocupante durante um século), do inglês, do holandês e de línguas africanas.

Esta conferência estará sedeada na Sociedade para as Línguas Caribenhas (SCL), da América Caraíba, a qual acolherá a Sociedade para as Línguas Pidgin e Crioulas (SPCL), dos Estados Unidos, e a Associação de Crioulos de Base Lexical Portuguesa e Espanhola (ACBLPE), dos países lusófonos e de expressão espanhola. A sua organização estará a cargo da Fundação Lanta Papiamento, Instituto Pedagógico Arubano, Departamento de Cultura Aruba e a Biblioteca Nacional Aruba.

No dia 5 de Agosto serão 4 trabalhos de investigação científica no âmbito do projecto do Libolo, dedicados às temáticas “Português e Kimbundo como línguas de contacto em Angola – o caso do Libolo, Kwanza Sul”, “Revolução invisível no Libolo: língua portuguesa no redesenho linguístico e sócio-cultural”, “Incorporação no português do Libolo”, “Representação do pronominal 2ª pessoa do singular: variação do português do Libolo”.

No dia 6 de Agosto será feita a “Apresentação do Projecto do Libolo” e suas linhas de pesquisa, em sessão especial com uma hora de duração, e na qual, em trabalho absolutamente pioneiro, será exposta a rede de relações linguistícas e socioculturais estabelecidas entre o Libolo e a América Caraíba, a partir do século XVII, sobretudo via escravos transplantados, pelos holandeses, do primeiro para a segunda. 

As referidas apresentações envolvem a participação dos seguintes investigadores deste projecto, para além do Prof. Dr. Carlos Figueiredo: Prof. Dra. Ana Gomes, Prof. Dr. Francisco Xavier, Prof. Dr. Gabriel Araújo, Prof. Dr. Josenildo Pereira, Prof. Dra. Márcia Oliveira, Prof. Dra. Margarida Petter, Prof. Dr.  Paulo Araújo e Prof. Doutoranda Lurdes Jorge.

Aproveitamos a oportunidade para felicitar mais uma vez o Prof. Dr. Carlos Figueiredo e sua equipa de investigação pelo seu excelente trabalho em prol da cultura do Libolo, em geral, e da sua língua nativa, em particular, bem como da língua portuguesa que, como se pode verificar no caso em apreço, vai muito além da comunidade de países de língua portuguesa (CPLP).
 
 
Clique aqui para aceder ao programa detalhado, com destaque para as apresentações do projecto do Libolo
Para mais informações, aceda aqui ao site oficial da conferência.
 

FOTOS DIVERSAS

PATROCINADORES DO PROJETO

LANÇAMENTO DO SITE "SLB Libolo Heritage"